Por que preciso do Windows Explorer?

Talvez não seja um segredo para ninguém que o sistema operacional Windows tenha um grande número de recursos que muitos usuários nem sequer conhecem. Além disso, até mesmo os principais utilitários permanecem não reclamados. Um dos utilitários do sistema, que poucas pessoas entendem como usar, é o Explorer. Neste artigo, descubra onde o Explorer está no Windows e para que serve. Vamos começar. Vamos!

O Windows Explorer é um utilitário do sistema.

Mesmo antes do surgimento do primeiro sistema operacional Windows, todo o trabalho era feito principalmente no sistema DOS. Inserir comandos para acionar uma operação ou abrir e editar o arquivo era muito inconveniente. Foi então que um dos primeiros gerenciadores de arquivos chamado Norton Commander apareceu. Ele tinha duas janelas principais com um espaço de trabalho, permitindo o gerenciamento do conteúdo dos discos, mas o aplicativo tinha que se mover o tempo todo para a linha principal para entrar / sair de uma pasta ou partição. Tendo tirado conclusões, a Microsoft emprestou tudo de melhor do Norton Commander, adicionando novas idéias e, no final, criou seu próprio utilitário, que se tornou o "Explorer" usual para todos.

Na verdade, o Windows Explorer é um gerenciador de arquivos que permite visualizar o conteúdo de discos, partições, várias mídias, bem como gerenciá-lo. Juntamente com o advento das versões mais recentes do Windows, o Explorer também será aprimorado, com novos recursos e capacidades. Assim, o programa evoluiu para um meio de resolver várias operações incomuns. Houve até a capacidade de fazer alterações nas configurações do sistema.

A vantagem do utilitário é que ele possui uma estrutura de árvore que permite localizar rapidamente o arquivo ou a pasta desejada em seu computador. Se alguém usou o programa Total Commander, isso é praticamente o mesmo que o Explorer. A interface do utilitário ao longo dos anos praticamente não muda, apenas novos recursos e funções são adicionados. Por exemplo, as versões mais recentes podem gravar discos, que não estavam lá antes, tiveram que recorrer ao uso de um software especial.

Além disso, usando o Explorer, é conveniente encontrar arquivos e pastas ocultas pelo sistema. Através do menu de contexto, você pode até personalizar a aparência das pastas. Existem muitas oportunidades de pesquisa rápida e fácil por vários critérios. Entre outras coisas, existe a possibilidade de enviar e-mails, é claro, somente se o cliente de e-mail estiver configurado. O Explorer está localizado no diretório raiz do Windows na unidade C (se o sistema estiver instalado). O programa é lançado através de um arquivo executivo chamado explorer.exe.

Como usar um utilitário tão útil? Existem várias maneiras de chamar o Explorer. Se você tiver uma das versões mais recentes do Windows instaladas, clique com o botão direito do mouse no menu “Iniciar” e selecione o item correspondente no menu que é aberto. Outra maneira é chamar a janela Executar usando a combinação de teclas Win + R e, em seguida, inserir o comando (sem aspas) explorer.exe. A opção mais fácil é usar as teclas de atalho Win + E. Então você economizará muito mais tempo.

Agora você sabe onde você pode encontrar o Windows Explorer e por que você precisa dele. Como você pode ver, o programa é muito útil, ele pode resolver muitas tarefas diferentes. Escreva nos comentários se o artigo o ajudou a descobrir, informe a outros usuários quais gerenciadores de arquivos você prefere usar e pergunte se você tem alguma dúvida sobre o tópico.